Pintagol – Recanto da Natureza

Pintagol é uma ave híbrida do Canário com Pintassilgo. Em Portugal usa-se machos de pintassilgo-comum (Carduelis carduelis) e no Brasil usa-se macho de pintassilgo-de-cabeça-preta (Carduelis magellanica), principalmente, com fêmeas de Canário (Serinus canaria), o Carduelis yarrelliiPintassilgo-do-nordeste é também usado.

Este cruzamento é feito por causa do canto do pintassilgo que é preferido por alguns criadores e o pintagol tem um canto bastante parecido. Porém o primeiro híbrido entre pássaros do gênero Carduelis e Canários foi com o verdilhão (Carduelis chloris).

pintagol

Informações sobre o Pintagol

Origem: O pintagol (Serinus sp.) é uma ave resultante do cruzamento do Pintassilgo (Carduelis magellanica) com a canária (Serinus canaria); tem um excelente canto, é valente, e muito resistente.

Tempo de vida: No cativeiro, o pintagol vive aproximadamente 5 anos, mas há relatos de aves que viveram até os 10 anos.

Tamanho adulto: Apresentam comprimento total (da cabeça à ponta da cauda) de 12,0 cm.

Acessórios necessários:

– Gaiola de madeira ou metal: deve ter um tamanho apropriado ao porte da ave.

– Saia e cobertura de gaiola: para evitar que as sementes caiam no chão, e para obter maior proteção durante a noite.

– Banheira para pássaros: algumas aves costumam banhar-se na presença do sol matinal.

– Comedouros pequenos: onde serão colocadas as sementes e outros alimentos (areia lavada, farinhada específica e vitamina amarela).

– Bebedouro: deve ser colocado junto a um dos poleiros da gaiola.

– Papel (jornal) ou areia para forrar o fundo da gaiola.

Alimentação do Pintagol

pintagol alimentação

Como o pintagol é uma ave granívora (se alimenta de grãos), sua dieta consiste de sementes. Pode-se utilizar rações de canário (pintagol é descendente do canário).

  • Mistura de sementes trocadas diariamente.
  • Verduras 2x/semana bem lavadas, colocadas de manhã, e retiradas ao final do dia (couve, chicória, e almeirão)
  • Legumes 2x/semana bem lavados, colocados de manhã, e retirados ao final do dia (pepino, e jiló).
  • Complexos vitamínicos na água de beber: segue orientação de um médico veterinário;
  • Areia lavada para consumo à vontade, pois auxilia na digestão da ave.
  • Vitamina amarela ou farinhada para canários em pequenas porções diariamente, pois complementam a alimentação da ave.
  • Água filtrada trocada diariamente (evitar a água com cloro)
  • Utilizar a pedra de cálcio, ou osso de siba, pois ajuda no desgaste do bico, e fornece minerais.

Manutenção da gaiola: A limpeza deve ser diária, efetuando a troca do material do fundo da gaiola. A limpeza dos poleiros deve ser feita uma vez pôr semana. Evite deixar a gaiola num local frio, ou com correntes de ar; e exposta ao sol forte.

Alimentação Complementar para Experimentar

Muito usada na alimentação de um de seus pais, que você também pode experimentar com o seu pintagol. Possuo algumas postagens aqui sobre a alimentação dos canários e as sementes que devem ser utilizadas, mas os alimentos úmidos são muito importantes! Principalmente na época de reprodução.

O que você pode dar :

– Couve com talo: pode oferecer a vontade, é rica em vitamina E, ajuda a deixar os canários felizes e a se acostumarem com locais, gaiolas ou lares novos. indispensável quando os canários estiverem com filhotes.]

couve alimentação para pintagol

– Pimentão Amarelo: podem comer inclusive as sementes que fazem muito bem. o pimentão amarelo ajuda a intensificar a cor amarela nas penas dos seus canários.

pintagol pimentao amarelo

– Pimentão Vermelho: podem comer inclusive as sementes que fazem muito bem. o pimentão vermelho ajuda a intensificar a cor vermelha nas penas dos seus canários por possuir baixos níveis de cataxantina.

pimentao vermelho alimentacao pintagol

– Acelga: podem comer o quanto quiserem.

pintagol alimentacao acelga

– Banana: deveriam comer uma banana por dia por conta do potássio. nem todos os canários gostam de banana, então é melhor oferecer em porções pequenas até que eles se acostumem a comê-la.

banana pintagol

– Jiló: podem comer a vontade inclusive as sementes. ofereça partido ao meio.

jilo pintagol

– Maxixe: podem comer a vontade inclusive as sementes que fazem muito bem.

maxixe pintagol

– Ovo Cozido: pode oferecer diariamente, mas ele é fundamental e indispensável para fêmeas na postura e na cria dos filhotes.

pintagol ovo cozido
– Pão: você deve colocar o pão velho/duro para que  comam a vontade. nunca dê o pão fresco/mole pois ele fermenta no estômago das aves e pode matá-las! já o pão duro não faz mal algum e eles adoram. você pode deixar sempre um pão inteiro no fundo do viveiro.

pintagol alimentacao pao

Acasalamento de Pintagol

(Artigo escrito por J. Bernardino na Revista SANO de 2006.)

Obs: a Prática de HIBRIDAÇÃO é PROIBIDA!! (Artigo apenas para fins Informativos).


        Pintagol Azul

O artigo abaixo tem por finalidade dar algumas informações técnicas sobre acasalamentos entre Pintassilgos e Canárias para obtenção de Pintagóis
cinzas.
A tradição entre os passarinheiros que se dedicam à hibridação é que deve-se utilizar Canárias Brancas para obtenção destes desejados e belos
pássaros.
O comportamento dos fatores Branco Recessivo (BR), Branco  dominante (BR DO), Albino (AL) e Albino Dominantes (AL DO) serão  demonstrados nas linhas que se seguem. Serão dadas informações adicionais com relação ao fator enzima que está relacionado à pigmentação melânica.

        Branco Recessivo (BR)

A cor BR é um fator recessivo autossomal (não ligado ao sexo) e como todo fator recessivo necessita para obter-se indivíduos puros que cruzemos pelo menos dois portadores de tal fator. Nesse caso, não nascem pintagóis cinzas (técnicamente azuis) somente pelo fato de ser cruzado uma canária BR
porque esse fator não faz parte do patrimônio genético dos pintassilgos.
Uma possibilidade de nascerem é introduzirmos esse fator no patrimônio
genético do pintassilgo ou que naturalmente, por mutação, apareça um fator análogo à esse nos pintassilgos. Outra possibilidade é utilizarmos os filhotes F1 do cruzamento pintassilgo x canária branca. Pois, os filhotes F1 serão portadores de recessivo. Esse tipo de cruzamento não é utilizado pêlos
criadores pois, muitos alegam que os F1, em muitos cruzamentos são estéreis ou que a taxa de fertilidade é baixa e portando não valeria a pena. O comportamento genético do BR é demonstrado na tabela abaixo:

        Branco Dominante (BR DO)

O fator Branco Dominante (BR DO), como o próprio nome diz, é um fator que domina o lipocromo(cor de fundo amarela ou vermelha) mas, não elimina totalmente restando na gordura do corpo e na plumagem, preferencialmente, apenas incrustrações de lipocromo nas remiges do pássaro.
O comportamento é demonstrado na tabela abaixo, tomando por base o cruzamento com pássaros de cor de fundo amarela.

Portanto, num cruzamento entre uma canária BR DO e um pintassilgo,
teremos 50% de pintagóis fundo amarelo e 50% Azuis Dominantes. Para obter-se pintagois azuis dominantes pode-se usar qualquer canária de fundo BR DO, como seguem abaixo alguns exemplos:

Azul Dominante(AZ DO)
Canela Prateado Dominante(CN PR DO)
Ágata Prateado Dominante(AG PR DO)
Isabelino Prateado Dominante(IS PR DO)

Além logicamente das tradicionais canárias brancas dominantes. A vantagem da utilização de canárias de cor escura é que tendemos à aumentar a aceitabilidade por parte dos pintassilgos. Também aumenta essa aceitabilidade utilizarmos canárias de médio para pequeno porte.

        Albino(AL)

Porém, o dito albinismo nos canários não é realmente albinismo. Pois, o albinismo é também um fator autossomal recessivo e portanto, como já dito, necessitaríamos de pelo menos dois portadores para obtenção de um indivíduo albino real.
A cor vermelha dos olhos dos canários é dada por um fator sexo-ligado,
chamado acetinado ou satinet.
Esse fator originalmente apareceu nos canários de linha escura e depois, por cruzamento e seleção transferido para a linha clara, gerando os Albinos(Brancos de olhos vermelhos), Lutinos (amarelos de olhos vermelhos) e Rubinos (vermelhos de olhos vermelhos).
O que criou-se foi uma fenocópia dos canários albinos reais. Se utilizarmos canárias albinas dominantes AL DO, obteremos o mesmo resultado do BR DO porém, os machos F1 seriam portadores do fator acetinado. Se for possível utilizarmos os machos F1 com canárias albinas poderíamos obter machos e fêmeas de olhos vermelhos. Abaixo o comportamento do fator acetinado (AC) nos albinos:

Existe também um outro fator envolvido quando pensamos em canários de linha clara (BR e BR DO ou AL e AL DO ou Amarelo ou vermelho). Esse fator é chamado de fator enzima(E) e é responsável pela depósito de pigmentos melânicos na plumagem da ave e demais tecidos. Isso explica o depósito de pigmentos melânicos nos pés, unhas, patas e bicos de muitas aves. O fator enzima original, em homozigose, propicia esse depósito de pigmento melânico na plumagem e demais tecidos. O seu a/e/o mutado(e) quando em homozigoze faz com que o pigmento melânico não seja depositado na plumagem e demais tecidos mas, não afeta o lipocromo (cor de fundo amarela ou vermelha). Quando acontece a heterozigose desses genes, ou seja, um indivíduo E/e, o resultado é um pássaro pintado. Isso explica o aparecimento de pintagois pintados em nossas gaiolas. Segue na tabela abaixo o comportamento do fator enzima.

      Conclusão

Levando-se em consideração que quando utilizamos Canárias albinas(AL
ou AL DO) temos pelo menos três fatores envolvidos portanto, o leque de
possibilidades aumenta. Aumentando consideravelmente as possibilidades de novas cores para os híbridos obtidos.
Para obtermos Pintagois de plumagem exclusivamente escura devemos usar também preferencialmente canárias de linha escura, como no exemplos dados acima.
Acredito que deveríamos, impulsionar o hibridismo em nosso país, pensando na variedade de raças e cores que poderíamos desenvolver à exemplo do ocorrido com os canários. Poderíamos transferir fatores de um a outro e assim
criarmos pássaros sensacionais.

Glossário:
BR: Branco
BR DO: Branco Dominante
AL: Albino
AL DO: Albino Dominante
AC: Acetinado ou satinet
Homozigose: par de genes a/e/os iguais
Heterozigose: par de genes a/e/os diferentes
Pigmento Melânico – pigmento negro ou marrom que colore a plumagem e
outros tecidos do corpo Fator enzima – fator responsável pelo depósito do pigmento melânico.
Híbrido – produto do cruzamento de indivíduos de espécies diferentes.

Voltar para a Pagina Inicial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *